segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Mudança de hábitos

Há seis anos o dono de um bar, que fica de frente á Fonte do Ribeirão, estaciona o carro dele na frente da minha casa: todos os dias, das sete e meia da manhã ás onze da noite, sendo que no domingo ele coloca o carro lá ás quatro da tarde.Resultado: eu nunca tenho a frente da minha casa livre para parar o taxi quando volto do supermercado, ou para que meus amigos estacionem quando me visitam nos fins-de-semana, nem para sentar na beira da calçada para bater papo tomando uma fresca. A mãe dele, inclusive, chega ao cúmulo de colocar barricada com latas de tinta para reservar a vaga para o filho, em frente á minha casa!!! Na sexta-feira eu pedi a ele que variasse um pouquinho e colocassse o carro dele na frente do bar dele, ou de frente á casa da mãe dele, que mora a vinte metros da minha casa... Mas a resposta foi categórica: não ponho não, a rua é pública e se eu não colocar outro vai colocar. Concordo! A rua é pública e , com certeza, se ele não colocar , outro vai fazer. O que ele não entende é que "outro" não tem um bar plantado na esquina e não vai ficar estacionado das sete da manhã ás onze da noite todos os dias da semana, como ele faz há seis anos. Com "outro" eu tenho bem mais chances de, em algum momento do dia, ter a frente da minha casa livre. Fui , mais uma vez, educadamente , pedir á ele que me liberasse a frente da minha casa. Não preciso contar aqui tudo que ouvi. Apenas deixo registrada a violência dos gestos e das palavras e a ameaça de agressão física. Para impedir então que ele coloque o carro dele na minha porta eu resolvi criar a minha barricada com a inscrição: "Reservado para mudança" – Para mudança de hábito!!!