domingo, 28 de outubro de 2012

Fui convidada pelo SESC a expor minha instalação 400 ângulos na 7° MostraSESC Guajajara de Artes. A instalação é uma estrutura de madeira com chapas de zinco formando um quadrado de 2 metros com 100 fotografias em cada lado,  tiradas de esquinas da cidade de São Luis. A obra proprõe uma reflexão sobre o papel de cada um de nós na imagem da cidade. Essa obra eu criei para ser apresentada no 3° Salão de Artes da Cidade de São Luis onde ficou exposta durante três meses. Na quinta-feira , dia 25 de outubro , fui com a equipe do SESC desmontar a estrutura no Salão para levá-la para o Terminal de Integração da Praia Grande onde o SESC tem permissão da prefeitura para convidar artistas e expor ARTES VISUAIS em locais públicos, como é o caso desse terminal de ônibus. Terminamos a montagem na sexta-feira á uma hora da tarde. Ficou lindo. A reação dos passantes era gratificante. A reflexão estava sendo feita, diálogo total com o público. 
Fotografei as esquinas em um ângulo que as faz parecer ter olhos , nariz e boca. Algumas lindas e bem cuidadas, outras bem sujas e destruidas, outras sem graça, muitas interessantes. A obra ficou exposta apenas duas horas. Ás três da tarde as fotografias foram arrancadas, sem que o SESC fosse comunicado, sem diálogo, sem piedade, porque é véspera de eleição? Hoje a cidade está elegendo seu prefeito. Minhas esquinas faziam as pessoas reagirem de várias maneiras. Mas todas eram unânimes em criticar a sujeira e o péssimo estado da maioria das 400 esquinas fotografadas. A maioria das pessoas culpava o prefeito pela sujeira e a degradação. Enquanto eu estive lá colocando as fotografias no painel, eu podia fazer as pessoas refletirem sobre o assunto:  o lixo que se via ali na fotografia não foi o prefeito quem jogou. "É verdade... somos nós mesmos" , quem estaciona carros nas calçadas quebrando o meio-fio? " é mesmo, é a própria população" ..acabavam por entender a obra... 
O único que não entendeu foi o Secretário Municipal de Trânsito e Transportes  , responsável pelos Terminais de Integração , que simplesmente mandou arrancar todas as fotos alegando que elas depunham contra o prefeito .  Ato absurdo de censura e falta de bom senso. Era melhor ele não ter feito nada e ficado na dele. Faltou com respeito á arte , ao SESC e á população. 
Se o atual prefeito perder as eleições, não terá sido por causa das minhas fotografias de esquinas. As esquinas são as mesmas desde as eleições passadas.
Tomara que quem for eleito tenha sensibilidade suficiente para entender que "a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte".

A Torturada da Beira-Mar