domingo, 1 de julho de 2012

Bumba-meu-Boi, cachaça e tradição



O mês de junho é diferente aqui no Maranhão. Enquanto no resto do Brasil o povo homenageia os santos juninos com quadrilhas e comidas típicas, aqui no Maranhão o Bumba-meu-Boi é que dá o tom das festas. São centenas de "batalhões" dos mais diversos sotaques: de zabumba, de orquestra,de matraca...numa profusão de cores e bordados, índias, índios, caboclos, peões . O Bumba-meu-Boi do Maranhão é, sem sombra de dúvidas, a manifestação popular mais impressionante e linda do país. 
Ao mesmo tempo é também a prova de que o povo brasileiro , em matéria de resistência física , é também o povo mais guerreiro. Explicação: durante o mês inteiro de junho, todos os dias, todo santo dia, os "brincantes" de Bumba-meu-Boi entornam litros e mais litros de cahaça, tiquira, cerveja e conhaque de alcatrão e conseguem chegar ao dia de São Marçal, o último do mês, no dia 30 , ainda em pé e sorrindo. Se é feliz, eu não sei. Tenho minhas dúvidas, mas que é engraçado, isso ninguém pode negar.
Nessa foto eu captei o olhar do "caboco" dançando ao som da toada "envoûtante" .Uns diriam que ele está em transe, outros que está "pra lá de Marrakesh". Tanto uma situação quanto a outra não tira o mérito, nem o brilho, nem a beleza dessa festa. Próxima parada , dia 13 de julho para o grande Encontro de Miolos, na Praia Grande.