segunda-feira, 30 de abril de 2012


Meu quadradinho de jardim, em meio ao caos de São Luis, é o que me mantém em paz com a cidade. Da minha porta pra rua eu não me aventuro senão por grande necessidade. Quase me tornei humanofóbica... E sinto portanto saudade de um monte de gente que vive longe, longe nesse Brasil afora e nesse mundo sem fim. No meu quadradinho de quintal eu colho o que planto: limão, goiaba, banana, ata, acerola, côco, mamão, rúcula, beterraba, quiabo, manjericão, amor e alecrim.