segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Uma vergonha chamada Sarney

A “dominguada” do Sarney desse 20 de novembro de 2011 é daquelas! Quem lê fica estarrecido diante de tamanha cara-de-pau. O cara é político há duzentos anos, senador e presidente do congresso nacional há meio século... Já foi “presidente” do Brasil ... e ainda escreve dessa maneira repugnante? Fala sério! Ele começa sua “coluna” (dele mesmo, pois o jornal também é dele!) dizendo que proferiu um discurso no senado com os índices da violência publicados em relatório da ONU e ele se diz espantado com o que leu, pois leu que no Brasil 37 pessoas  de cada 100 mil habitantes morrem assassinadas. Um dos índices mais altos do mundo. Ele só ficou sabendo disso agora?
O "honorável" sai divagando sobre a situação, citando a lei Fleury (que é realmente a porcaria da lei que permite assassino responder em liberdade), cita a constituição de 88, fala do caso Pimenta/Gomide, se compadece da dor das mães que perdem os filhos vítimas da violência no Brasil... E quase prega a pena de morte. Dá um show de velhacaria, mais uma vez!
Oras pelotas! Isso lá são falas de quem está no poder há séculos assistindo á tudo isso sem nunca ter feito nada para reverter a situação?  Não, um político de verdade, um senador da República, no mais alto posto do senado brasileiro, deveria ter acabado com isso faz  tempo. Deveria era usar seu título para impor ao congresso medidas justas, dar exemplo, fazer a coisa certa pelo bem do povo brasileiro.
Mas não... Durante todos esses anos ele “jogou”, blefou, ganhou, se deu bem, conchavou,  manipulou, extraviou, usurpou, mandou e desmandou e ainda envergonha nosso país...
Não, um presidente de senado que depois de tantos anos lê um relatório da ONU sobre a situação lastimável de seu próprio país e se acha no direito de apenas escrever uma colunazinha num jornal corrompido que pertence á ele mesmo...  Francamente! 

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

domingo, 13 de novembro de 2011

Mais duas do Sarney

Sarney falando dos Estados Unidos em sua coluna "dominguada" hoje entitulada Muro de Berlin ás avessas, do jornal que pertence á ele mesmo:  "a maior nação do mundo tem a pior classe política que se pode imaginar".
Ele deve ter esquecido de acrescentar : depois do Brasil, é claro! 
E Sarney disse mais: " O Brasil teve sempre, ao longo da sua história, a capacidade política de todas as vezes em que estão em jogo os interesses do país, encontrar um terreno comum em que prevalece o interesse nacional ".
Mamma mia!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Meu sonho de consumo: um check-up geral no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo

Vergonhosa a atitude dos jovens na USP


Com tantos motivos para protestar, um bando de rapazes e moças, que têm a sorte de estudar na melhor universidade do país, vandaliza salas de aula e ocupa prédios da universidade para "exigir" o direito de fumar maconha livremente no campus, levantando a bandeira de Mao Tse Tung? Francamente! Me perdoem , eu até sou a favor de se liberar a plantação caseira para uso e consumo privado da maconha (para evitar o tráfego e que essa moçada fume coisa misturada), mas invadir uma universidade, encapuzados feito bandidos, tomarem de assalto andares inteiros, só pra reivindicar a "não repressão"? É o mesmo que cutucar uma onça com vara curta. Ô moçada, vamos para as ruas protestar contra a bandalheira no Senado, contra a corrupção. Vamos pedir que a Dilma ponha na rua todos os velhacos que corroem nossa nação... Vamos lutar pela educação e saúde públicas ... Olha, foi ridículo ! Um bando de cabeludo sem nada na cabeça. Vai ver essa maconha tá bichada. No meu tempo a onda era outra...

Mais uma vez: chocante e vergonhoso!

A fala do ministro do trabalho, Carlos Lupi, do PDT,  é uma vergonha. Onde é que nós estamos? Quem ele pensa que é para falar daquela forma diante do país inteiro? É.... Estamos mesmo muito longe de sermos um país sério. 

Tentar melhorar com "Dilma, eu te amo", ficou ainda mais ridículo. 
Avacalhou de vez com a imagem do Brasil. 
Era para a presidenta colocá-lo na rua sem nem pestanejar!
Mas... há mais mistérios entre Dilma, Lula, Sarney e essa cambada toda do que possa imaginar nossa vã filosofia...

A reação do nosso "Ministro do Trabalho" dá provas do nível dos nossos trabalhadores: sem qualificação, sem profissionalismo.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Preparem-se: no Natal estaremos atrás das grades e a bandidagem toda nas ruas, ás soltas.

Por causa da incompetência do governo do Estado do Maranhão, o juiz Jamil Aguiar beneficia  com prisão domiciliar  283 presos da Penitenciária de Pedrinhas. E esse número deve aumentar daqui até o Natal. 

Preparez-vous: pendant Noël nous serons tous derrière les barreaux et les bandits tous dans les rues, libres. A cause de l'incompétence du gouvernement de l'État du Maranhão, le juge Jamil Aguiar beneficie avec prison domiciliaire 283 prisioniers de la pénitentiaire de Pedrinhas. Et ce nombre peut augmenter d'ici les fêtes.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Com a construção da usina de Belo Monte, o Brasil se põe na contra-mão de tudo que se deseja de bom para o Planeta



Avec la construction de l'usine de Belo Monte, le Brésil se met dans le contre-sens de tout ce que nous souhaitons de bien pour la planéte.

Une âme perfectionnée est une arme.
C’est dans cela que s’appuie toute la spiritualité humaine.
Alors,  la meilleure chose que nous pouvons nous transformer est une bombe.

Estão bebendo do próprio veneno

O Joaquim Itapary, que é homem de ferro da Fundação José Sarney, bem poderia ter tentado colocar juízo na cabeça da tal da Roseana Sarney quando esta inventou de querer pagar dez milhões para que a Beija-Flor, de Nilópolis e do "bicheiro" Anízio, homenageasse o Maranhão.  O tiro vai sair pela culatra e quem será atingido? Mais uma vez, o povão do Maranhão. Em sua coluna de quinta (literalmente), Itapary se revolta contra a porcaria de samba-enredo que a Beija-Flor vai apresentar sobre o Maranhão no maior carnaval do mundo. Vai ser, com certeza, o maior espetáculo da Terra: vamos assistir á mais vergonhosa humilhação já sofrida pelo estado do Maranhão. Infelizmente! Ou, quem sabe, felizmente! Assim acabamos de vez com esse carnaval de insanidades praticado sem recesso pela famiglia Sarney. Nunca pensei que um Beija-Florzinha de nada fosse ajudar a derrubar um monte de carcarás. 

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Chocante!

Leia tudo até o fim.
http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2011/10/belo-monte-nosso-dinheiro-e-o-bigode-do-sarney.html
ELIANE BRUM - 31/10/2011 10h47 - Atualizado em 01/11/2011 19h13
TAMANHO DO TEXTO

Belo Monte, nosso dinheiro e o bigode do Sarney

Um dos mais respeitados especialistas na área energética do país, o professor da USP Célio Bermann, fala sobre a “caixa preta” do setor, controlado por José Sarney, e o jogo pesado e lucrativo que domina a maior obra do PAC. Conta também sua experiência como assessor de Dilma Rousseff no Ministério de Minas e Energia

Situação real de dentro da Fonte do Ribeirão

Entrei, mais uma vez, na galeria da Fonte do Ribeirão. Fui para constatar que, ao contrário do que diz o jornal O Estado do Marnhão, a Fonte não está entupida. De uns tempos para cá, o próprio José Sarney insiste em falar da Fonte para falar mal da prefeitura. Hoje, nesse exato momento, a prefeitura está realizando, pela segunda vez, a lavagem com jato de alta pressão. Aproveitei para penetrar as entranhas da fonte do Ribeirão, desta vez para fotografar. E como eu já imaginava, é normal que a água não esteja jorrando das carrancas. Estamos no periodo de estiagem e a água que desce da nascente, da fonte propriamente dita, não desce em quantidade suficiente para alcançar o nível dos bicos das carrancas e escorre apenas pelas frestas inferiores sem deixar de alimentar a bacia onde vivem os peixes dessa fonte. A sujeira que se encontra em um dos nichos de uma das carrancas , é o lixo que as pessoas jogam pelo buraco quadradinho situado acima da segunda carranca (da esquerda para a direita) da Fonte. Apenas esse nicho está sujo, mas também não está entupido. A sujeira está mesmo é do lado fora, no pátio da Fonte, pois enquanto a prefeitura não colocar ali um guarda municipal para impedir o mau uso da Fonte, limpeza nenhuma vai adiantar. Que os jornalistas deixem, portanto, de ser comodistas e procurem se aprofundar em suas matérias (literalmente!) ao invés de anunciar o que não é verídico.  Seguem aí algumas fotos do interior   da Fonte:

Água limpa da Fonte do Ribeirão

Tunel da Fonte

Um dos buraquinhos de uma das carrancas da Fonte - totalmente desobstruido