quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Roupa suja no Convento das Mercês

Mais uma vez a sanha da família Sarney impôs sua falta de vergonha e envergonha o povo do Maranhão. A estatização da Fundação José Sarney é uma afronta tão acintosa que dá desânimo. O acervo do período em que Sarney foi presidente deveria, na verdade, ir para o Museu da República, no Rio de Janeiro, e não ser cultuado no Convento das Mercês, aqui em São Luis. 
Mas como bem disse Sherazade, a das mil e uma noites do jornalismo do SBT: 
"Manda quem pode, obedece quem tem o rabo preso" . 
Que vergonha!

Chove lá fora e aqui... nem assim faz frio.


video