segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A Fonte e as “dominguadas" do Sarney



O disparate jornalístico do O Estado Do Maranhão é tão imundo, que nele o próprio Sarney, político e dono do jornal, entrega-se á falta de ética e utiliza “seu” meio de comunicação para atacar seus opositores em sua coluna de domingo. Pois é na “dominguada" do Sarney que o leitor avisado pode se dar conta do quão péssimo “escritor” é o presidente do Senado brasileiro.
Pior, é ao longo de semanas que o leitor inteligente se dá conta da campanha covarde que o jornal O Estado do Maranhão exerce sobre corações e mentes desavisados contra a atual prefeitura de São Luis. Não estou defendo João Castelo e sua administração, mas como observadora da cidade e de sua humanidade, posso dizer que esse prefeito tem feito o que é preciso fazer. Lógico que a cidade se encontrava ( e se encontra ainda em estado lastimável de degradação) mas colocar a culpa disso em sua gestão é prova de que em política quem é a bola da vez será sempre chutado e criticado. Principalmente se é oposição ao grupo oligárquico dominante. Todos nós sabemos que a cidade sofre muito com as chuvas e que desde o “golpe” de 2009 a impressão de descaso ficou mais acentuada. Como se a própria população tivesse entregado os pontos. Mas como diz um ditado árabe, “enquanto os cães ladram, a caravana passa” e penso que é isso o que está acontecendo: a prefeitura de São Luis, em seus três anos de mandato tem colocado a mão na massa, ao contrário dos que continuam colocando a mão no dinheiro público em benefício próprio. Publicidade mentirosa, falsas promessas, carnaval de insanidades... Enfim... Pior cego é mesmo aquele que não quer ver!
Eu, como uma das pessoas que iniciaram a campanha pela proteção e preservação da Fonte do Ribeirão, posso também dizer, em sã consciência, o quanto a Mirante e o jornal O Estado do Maranhão usaram o Movimento para criticar a atual gestão municipal visando, é claro, a desunião e a desestabilização para angariar votos para as próximas eleições. Quanto mais o governo de Roseana Sarney se atacar ao atual prefeito, utilizando a força de “seus” jornais, mais chances ela e seu pai terão de eleger um aliado político para a prefeitura em 2012. É tão óbvio que chega a ser revoltante.
Como jornalista (sem patrão, por opção, e com a consciência tranqüila) me preocupa esse domínio sobre os meios de comunicação, exercido por políticos. Deve haver uma maneira, baseada em nossa Constituição, de retirar das mãos de políticos a propriedade de jornais, rádios e televisão. Por que é evidente que exercerão parcialidade em favor de seus donos. Esse tipo de jornalismo é o mais nocivo que existe porque é aquele que torce para que as coisas boas não aconteçam e espera sempre que a casa caia para poder anunciar tragédias.
Saibam que a Fonte do Ribeirão está sendo revitalizada, foi lavada, será pintada e iluminada e segundo o Secretário de Turismo, Liviomar Macatrão, ela será vigiada pela guarda municipal para impedir que seja mal tratada por pessoas que, infelizmente, não possuem a educação necessária para entender a importância da Fonte para o Patrimônio da Humanidade. Pessoas á quem a educação, durante tantos anos, foi a elas negada pelos governos Sarney. Sim, por que nesses quase cinqüenta anos, mandando e desmandando, no poder, já era tempo do Estado do Maranhão ter educação bastante para que sua população saia desse tenebroso estatuto da ignorância apresentando os piores índices em todos os quesitos básicos de direitos dos cidadãos.
Usar a Fonte do Ribeirão para falar do estado em que se encontra o Maranhão foi a maneira que encontramos, nós do Movimento na Fonte, para alertar os habitantes de São Luis. O problema não é a Fonte do Ribeirão, o problema é a fonte de todos os nossos problemas: gente incompetente exercendo cargos de responsabilidade pública, abuso de poder de uma minoria enriquecida a custa justamente da ignorância do povo e essa tão nacionalmente exercida corrupção. 
Senhor Sarney, vá até a Fonte do Ribeirão e veja com seus próprios olhos que apesar de tudo essa prefeitura está fazendo o que os artistas e moradores pediram em fevereiro desse ano. Não é por causa das matérias tendenciosas do "seu" jornal. 
Aproveite para dar uma olhada na Escola Modelo, do Estado. Quem sabe sua filha atende a essa próxima reivindicação dos moradores do Centro de São Luis.  O dinheiro que ela pensa entregar para o carnaval do Rio de Janeiro, seria mais bem empregado na reforma e revitalização desse importantíssimo estabelecimento de ensino construído em um dos raros períodos em que o senhor não se encontrava á frente do poder no estado.