terça-feira, 28 de junho de 2011

Pão e Circo - no Brasil, só circo basta / A Beija-Flor carnavaliza qualquer "negócio"

entrevista de Laíla da Beija-Flor, hoje 28/06/2011, em coletiva, em São Luis

A comissão Beija-Flor está em São Luis para conhecer os festejos juninos da cidade. A Secretaria de Estado de Comunicação organizou uma coletiva de imprensa. Dos jornalistas que lá estiveram, apenas um repórter radialista ousou perguntar sobre os famigerados oito milhões que a governadora Sarney pagaria (?!) á Beija-Flor para que o samba enredo da escola carioca seja construído sobre a história e o folclore de São Luis. A pergunta continua sem resposta,  o povo continua sem saber se, sim ou não, está bancando a festa da Beija-Flor e dos foliões da turma dos quintos dos Sarney. No momento em que eu me preparava para questioná-los se o fato da  escola estar assim ligada á ultima oligarquia do país e ao escândalo dos oito milhões enquanto a população maranhense é a de mais baixo Indice de Desenvolvimento Humano, se isso incomodava a escola, a assessora de imprensa do Estado encerrou a entrevista, sob aplausos, vejam bem, dos jornalistas e compositores presentes. Insuportável conivência local. Só me restava tentar a entrevista diretamente com Laíla, diretor da escola de samba mais premiada do país, e fazer uma pergunta que não queria calar. A resposta é de deixar qualquer um de boca aberta: pouco se importam se o povo está na merda, querem mais é fazer esse nosso imenso carnaval. Afinal, quanto é mesmo que o governo Roseana Sarney vai pagar para falarem bem do Maranhão?
Com todo o respeito aos alegoristas, carnavalescos, músicos de todas as baterias, figurinistas, cenografistas e todos envolvidos nesse que é o nosso grande espetáculo anual, eu devo dizer que o envolvimento de artistas com a falta de ética e o descaso em saber de onde vem o dinheiro  que banca a nossa criatividade e o desrespeito para com a população em geral, me causa mal, nos causa muito mal. Penso que devemos contrinuir para que o país se livre dessa corrupção entre arte e dinheiro público ofertado por políticos "redondos" incrustados no poder minando nossas vidas e esperanças de um país melhor.  Que esse video sirva para reflexão.