sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Serão necessários mais dois mil anos ?

Me dei conta de que a situação da gente que eu fotografo há trinta anos no Brasil, não mudou! Aliás, a bem da verdade , piorou, e muito. Eu fotografo as pessoas nas ruas, campos, becos e avenidas, mas nunca tinha visto tanta gente em ruinas como tenho visto desde que voltei , há um ano, para o Brasil . Nunca tive contato com tanto ladrão e golpista. Nunca tinha visto tanta bandalheira, tanta gente ignorante. Escolhi viver e trabalhar no Maranhão achando que aqui eu ainda poderia oferecer aos meus filhos um Brasil menos violento, parecido com aquele da minha infância... Qual o quê ! Aqui o bicho também tá pegando. A gente se sente cansada, injustiçada, violentada, de mãos atadas, sabendo que essa é a realidade do Brasil, sem poder reagir. Tentam me convencer que é assim de São Paulo para cima. O sul, dizem, é uma maravilha. Mas é frio! Será então, que justamente o sol, será o sol o culpado? O sol faz as pessoas beberem cerveja e encherem a cara. E por aí se vai até que pessoas sem um pingo de instrução, educação ou respeito ao próximo gerem pessoas que a própria sociedade transforma em monstros que assaltam, matam, sequestram e estupram com todo tipo de violência. Hoje o Brasil está se dando conta de quanto ladrão tem no país?! Tem ladrão do senador ao vereador, ladrão pobre, ladrão rico ... Ladrão pobre assalta gente mais pobre que ele ou um pouco menos pobre que ele. Assalta a gente pobre que está podendo comprar, á prestação, se endividando, mas comprando, felizes da vida se sentindo parte do "desenvolvimento do país". Ah o tal do "crescimento econômico"... O brasileiro, às vezes, parece mesmo um bando de hienas. Vive rindo, se achando, consumindo tudo de má qualidade, mas se achando! Escolas de má qualidade, ensino e professores de má qualidade, hospitais e médicos de má qualidade, construções de má qualidade, mão-de-obra de má qualidade, estradas de má qualidade, aeroportos de má qualidade... políticos de má qualidade !!! O brasileiro tem se dependurado num único livro esperando que Jesus volte e que Deus nos livre de todo o mal que fizemos, fazemos e faremos. Dizer que Deus é brasileiro hoje chega a ser blasfêmia. O Brasil está longe de ser "o melhor país do mundo" ! Enquanto todos os brasileiros não puderem nascer nos mesmos hospitais e saírem das escolas com o mesmo nível de instrução, nós nunca vamos poder sequer "sonhar" com igualdade social. Repensar o Brasil também é urgente ! MDL 21 09 2007